bortolotto-image
Escrito por helder no Abril 17, 2018 em Blog

Desconheço um empreendedor ou gestor que não tenha como objetivo reduzir os gastos da empresa. Essa é uma meta praticamente constante em todos os negócios, já que gastar menos é uma excelente estratégia para aumentar a margem de lucro sem precisar vender mais.

Mas, afinal, como isso é possível? Pensando nisso, preparamos este post para ajudá-lo nessa missão de reduzir os gastos da empresa. Confira agora 6 práticas para adotar!

1. Conheça todos os custos

O primeiro passo é sempre avaliar o cenário atual. Ao entender o panorama da sua empresa em relação aos custos e despesas, você terá uma visão estratégica e será capaz de tomar decisões mais acertadas.

Realize uma auditoria em todos os seus custos para saber exatamente para onde o dinheiro da sua empresa está indo. Faça um levantamento e identifique quanto e com o que cada setor está gastando.

Com essas informações em mãos, você será capaz de elaborar uma estratégia para distribuir melhor os recursos e reduzir os gastos da empresa.

2. Reveja os serviços contratados

Uma companhia normalmente tem muitos serviços, como telefonia, internet, limpeza e manutenção. Muitas vezes, esses custos são avaliados durante a fase de contratação e não são acompanhados regularmente, o que é um grande erro.

Por isso, reveja todos os serviços e avalie se os planos e condições contratados ainda são necessários e vantajosos. Se for preciso, elimine ou reduza a frequência ou quantidade dos serviços e renegocie os valores com os fornecedores.

Além disso, crie uma rotina para acompanhar e auditar as cobranças de todos os serviços.

3. Dê atenção aos gastos que parecem insignificantes

Copo descartável, papel e impressão são custos muito pequenos, certo? Errado! É justamente nesses custos, que parecem insignificantes, que muitos negócios costumam pecar.

Quando somados, eles podem chegar a valores consideráveis. Por isso, adote práticas de economia desses itens e fique atento também a esses custos.

4. Engaje toda a equipe

É claro que os custos não partem apenas dos gestores: eles são, em sua maioria, gerados pelos funcionários. Por esse motivo, a conscientização e participação da equipe é fundamental para reduzir os gastos da empresa.

Engaje seus colaboradores para desligar monitores, luzes e ar-condicionado quando não estiverem em uso, utilizar canecas em vez de copos descartáveis, imprimir somente o necessário, reaproveitar folhas usadas como rascunho e assim por diante.

5. Considere terceirizar atividades

Manter atividades que não têm ligação direta com a atividade-fim da sua empresa sob o seu comando pode gerar mais custos e, ainda, exigir maior esforço administrativo da sua parte. Pensando nisso, a terceirização de atividades pode ser vantajosa em muitos casos.

Ao terceirizar, você tem a opção de contratar os serviços sob demanda e não tem que se preocupar com os custos de mão de obra envolvidos na contratação, demissão, treinamento etc.

Ao optar pela terceirização, escolha sempre empresas sólidas, confiáveis e com boa reputação no mercado para evitar surpresas negativas.

6. Revise seu regime de tributação

Todo empresário sabe que os impostos representam uma boa parcela dos custos de qualquer negócio. O que muitos não sabem é que, com uma boa gestão tributária e a escolha do regime de tributação correto, é possível controlar e reduzir os custos com impostos.

É aconselhável que você contrate uma consultoria especializada para analisar as contas da sua empresa e checar se existem possibilidades de reduzir os impostos pagos, mantendo seu negócio dentro da legalidade.

Por fim, ressaltamos que não existe milagre capaz de reduzir os gastos da empresa. Você, junto com a sua equipe, precisa promover uma mudança cultural e implementar ações no seu dia a dia visando obter um resultado a longo prazo.

Quer continuar lendo sobre empreendedorismo, finanças e contabilidade? Assine a nossa newsletter e receba os melhores conteúdos do blog!

Deixe seu comentário

Veja também