bortolotto-image
Escrito por helder no Abril 18, 2018 em Blog

Em tempos de crise econômica e recessão no Brasil, a dificuldade de fechar as contas tem sido uma tônica para milhares de empresários. A necessidade de controlar os custos, equilibrando a relação receita versus despesa é um ponto crucial para conseguir ter sucesso e resultados positivos em momentos tão adversos como o atual. Se você é empreendedor e enfrenta esse desafio, fique atento a estas excelentes dicas para tirar a empresa do vermelho!

1. Identifique as dívidas e custos que podem ser eliminados

O primeiro passo para começar a dar a volta por cima é fazer um levantamento completo das dívidas com fornecedores, governos, bancos etc. Registre tudo detalhadamente para poder planejar ações mais concretas à frente. Também verifique o que pode ser eliminado ou cortado no quesito despesa. Isso pode ocorrer por meio da diminuição do consumo de energia, telefone, água, material de expediente, entre outros.

2. Veja também quem está inadimplente com você

Tirar a empresa do vermelho não demanda apenas corte de gastos, mas também um olhar para o aspecto receita. Nesse sentido, é fundamental cobrar os inadimplentes com assertividade, fazendo possíveis negociações com valores adequados ao seu fluxo de caixa, não prejudicando, assim, a capacidade de pagamento da sua companhia.

3. Defina um plano de ação para tirar a empresa do vermelho

Estabeleça um planejamento que inclua custos mensais bem definidos e encaixados nas receitas atuais, assim como um cronograma de empenho para cada setor da empresa e metas a serem cumpridas.

Outro ponto é a renegociação das dívidas. O momento é propício para barganhar melhores condições de pagamento. Por isso, busque descontos. Um exemplo está nos programas de recuperação fiscal (chamados REFIS) que os governos têm oferecido em praticamente todas as esferas, com isenção de multas e juros em reparcelamentos.

4. Separe as despesas pessoais do caixa da empresa e contenha os gastos

Um tema que geralmente ocasiona confusão no fluxo de caixa das empresas é colocar gastos pessoais nas despesas do negócio. Se a empresa está no vermelho, sacrifícios são necessários, tanto nas finanças da companhia quanto no padrão de vida familiar.

Defina um valor mensal a ser retirado para manter seu custo de vida e procure ter disciplina nesse item. Em um momento financeiro delicado, todos devem estar imbuídos no mesmo sentido para que se possa ver a luz no final do túnel novamente.

5. Busque ajuda especializada

Se a situação é de dificuldade, obter ajuda de um consultor financeiro e trabalhar com profissionais de contabilidade reconhecidos pode fazer toda a diferença. Esses especialistas têm uma capacidade de visão maior de mercado, até por estarem em contato com diversas empresas na mesma situação, e podem trazer perspectivas que muitas vezes o empreendedor não consegue observar na correria do dia a dia.

Equilíbrio financeiro demanda muito trabalho, então, aproveite as dicas acima, identifique as oportunidades de melhora em todos os setores e negocie em busca de melhores possibilidades de pagamento. O jogo está começando a virar no cenário como um todo no país, portanto, aproveite esse embalo e potencialize suas chances!

E agora, pronto para tirar a empresa do vermelho e voltar a ter um fluxo positivo no seu faturamento? Compartilhe com a gente seu comentário ou dúvida!

Deixe seu comentário

Veja também