Escrita Fiscal

escrita fiscal pode ser definida como o dever das empresas de lançar e apurar os impostos a serem transmitidos à Fazenda Pública.

Há uma serie de documentos fiscais que por lei devem ser lançados de modo que o fisco possa obter todos os dados necessários à fiscalização, com isso, independente do seu enquadramento fiscal a empresa deve informar toda sua movimentação financeira à Fazenda através da escrita fiscal.

PRINCIPAIS TIPOS DE ESCRITA FISCAL

Escrituração de entradas e saídas:

É dever da empresa registrar toda a movimentação econômico-financeira, ou seja, todos os documentos fiscais de compra e venda de mercadorias.

Escrituração de serviços prestados e tomados:

Devem ser registrados todos os documentos fiscais de serviços contratado e executados.

Escrituração de L.M.C. (Livro de Movimentação de Combustíveis):

O Livro de Movimentação de Combustíveis deverá ser escriturado por todas as empresas que comercializam combustíveis, contendo informações de entrada e saída por litros de combustível.

Escrituração de Conhecimentos de Transportes:

Será necessário escriturar todos os serviços de transportes contratados e prestados. Tanto de âmbito municipal, quanto estadual ou federal.

CONFIRA ALGUNS SERVIÇOS DE ESCRITA FISCAL QUE A BORTOLOTTO FAZ

• Escrituração / digitação de dados dos registros fiscais; elaboração das guias de informações e de recolhimento dos tributos devidos, mensal e anual;

• Elaboração e controle de livros fiscais;

• Levantamento de ativos e impostos a recuperar;

• Orientação e auxílio no controle da aplicação dos dispositivos legais vigentes (federal / estadual / municipal);

• Atendimento a agentes fiscais, execução e participação em auditorias internas ou externas.

Site desenvolvido por